História Monte Maravilhas

'Maravilhas' é o nome original desta herdade de 8,5 hectares. O 'Monte' é o típico do Alentejo.

No Verão de 1997, quando chegámos pela primeira vez a este sítio maravilhosamente silencioso, decidimos realizar aqui o nosso sonho: criar um lugar onde as pessoas possam gozar da natureza, do silêncio, da tranquilidade e do espaço.

No terreno havia duas casas de quinta e alguns palheiros. O que mais nos cativou foi a beleza encantadora do vale rodeado pelos montes. Além disso havia o charme de todas as árvores, os terraços de xisto e os poços. No verde da natureza, mesmo em pleno Verão, vimos ser um paraíso fértil e cheio de água.

Seguiram-se anos de construção, remodelações, aprender português e de aprendisagem e admiração de como os portugueses vivem e funcionam.

Na Primavera de 1998 começámos com a renovação das casas de quinta e dos palheiros. Em Julho de 2001 as casas Azul, Amarela e Mimosa estavam prontas e pudemos receber os nossos primeiros hóspedes e desenvolver as primeiras semanas de actividades.

Em 2003 desenvolvemos um pequeno parque de campismo com lugar na colina para tendas e para caravanas e autocaravanas no vale. Entretanto construiu-se a 'Terra' , um edifício de apoio aos campistas, com uma grande sala de estar e cozinha incluída, instalações sanitárias. Por fim foram colocadas duas caravanas para aluguer.

Em 2004 instalou-se uma piscina de água salgada e nos anos seguintes ocupámo-nos na construção de terraços, do cultivo de uma horta biológica e com a plantação de árvores.

Se quiser ver como era o Monte Maravilhas e como se foi transformando até hoje, pode ver os albuns de fotografias que temos nas Maravilhas.

Orgânico é palavra de ordem

A par do aluger individual de casas e do pequeno parque de campismo, achámos interessante oferecer actividades para grupos.

Prem continuou com o que já fazia: dar cursos de massagem e meditação Baixo Alentejo. Devi, que adora caminhar, começou a organizar percursos para caminhadas e iniciámos as semanas de férias de caminhadas Baixo Alentejo. Rupa foi encarregue de fazer desdobráveis para as Maravilhas e ficou tão entusiasmada que organizou cursos de pintura Baixo Alentejo. Atul foi participante num curso de massagem, ficou enamorado pelas Maravilhas e começou com a semana de ioga Baixo Alentejo. 

Todas as actividades nasceram de algum modo expontâneo, o que é algo inerente ao Monte Maravilhas.

Monte Maravilhas Baixo Alentejo

Leia mais sobre a herdade Monte Marvilhas.